Ecofogão na Mídia

  • Maria Rita Rosa dos Santos, a irmã Rita, usa menos lenha com o novo fogão.

    Menos lenha no fogão com mais eficiência energética

    Projeto em Alagoas pretende reduzir em pelo menos 40% o volume de madeira usada como combustível para cozinhar. MURICI – A pobreza é um dos combustíveis do desmatamento. A madeira alimenta fogões de famílias de baixa renda no país porque é gratuita ou muito barata. Somente no Nordeste, entre Alagoas e o Rio Grande do […]

  • O ECOFOGÃO utiliza 50% menos madeira, não suja as panelas nem mata a cozinheira

    Fogão a lenha ecológico

    O Ecofogão utiliza 50% menos madeira do que os outros fogões, não suja as panelas Maya Santana É como fazer uma revolução. Substituir o velho fogão de lenha, aquele mesmo em que a vovó cozinhava, por um fogão, também a lenha, mas totalmente correto em termos ecológicos: praticamente não gera fumaça nem fuligem; utiliza 50% […]

  • Rogério Carneiro de Miranda ao lado do modelo uso múltiplo do Ecofogão no Brasil.

    Ecofogões, uma alternativa eficiente

    Representante das ONGs PROLEÑA, e Árvores, Água e Gente (Trees, Water and People) no Brasil, e gerente da empresa ECOFOGÃO, Rogério Miranda é especialista em energia doméstica desde 1995. É Engenheiro Florestal com mestrado em Manejo Florestal. O ECOFOGÃO é uma tecnologia que foi desenvolvida na América Central por PROLEÑA e agora está sendo disponibilizada […]

  • Un ardiente premio

    El ecofogón o cocina ecológica, fabricado y distribuido por Proleña, resultó ganador del premio de la Fundación Ashden de Inglaterra Principal grupo de interés son las mujeres abandonadas por sus maridos, pues el ecofogón se convierte en el “machete” María Escobar, originaria de Quebrada HOnda en Matagalpa, es madre soltera y mantiene a sus cinco […]

  • Fogão a lenha ecológico chega ao sertão

    Qualidade ambiental – Cozinhar sem fumaça e fuligem é novidade para famílias de Curaçá, no norte do estado (Bahia). Reportagem publicada no Jornal A Tarde de Salvador de 17/10/2006.

  • Morte silenciosa

    Pela primeira vez no Brasil, representantes do governo, da iniciativa privada e do terceiro setor reuniram-se para descutir poluição doméstica. Problema mata 1,6 milhões de pessoas no mundo todos os anos. Reportagem publicada no JB Ecológico – Novembro de 2006